Economia

Bolsas da Ásia fecham em alta, embaladas por recuperação em NY

Da Redação ·

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira, 9, após a recuperação de Wall Street ontem, enquanto investidores aguardam dados de inflação dos EUA que podem influenciar o ritmo em que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) elevará juros este ano.

continua após publicidade

O Hang Seng liderou os ganhos na Ásia hoje, com salto de 2,06% em Hong Kong, a 24.829,99 pontos. Em outras partes da região, o japonês Nikkei subiu 1,08% em Tóquio, a 27.579,87 pontos, o sul-coreano Kospi avançou 0,81% em Seul, a 2.768,85 pontos, e o Taiex se valorizou 1,03% em Taiwan, a 18.151,76 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto teve alta de 0,79%, a 3.479,95 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,61%, a 2.317,23 pontos.

continua após publicidade

O apetite por risco na Ásia veio após as bolsas de Nova York se recuperarem no fim do pregão de ontem, com destaque para ações de bancos, que tendem a se beneficiar com os planos do Fed de começar a elevar juros nos próximos meses.

Nesta quinta-feira (10), investidores globais vão ficar atentos aos últimos números de inflação ao consumidor (CPI) dos EUA, que segue muito acima dos padrões normais, para tentar avaliar o quão agressivo o BC americano poderá ser no aumento de juros.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom positivo da Ásia e de Wall Street, e o S&P/ASX 200 subiu 1,14% em Sydney, a 7.268,30 pontos.