Economia

Bolsas da Ásia fecham em alta, com promessa de ajuda a setor imobiliário chinês

Sergio Caldas (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta segunda-feira, 18, lideradas por ganhos em Hong Kong e na China, após um regulador chinês orientar bancos a apoiarem projetos imobiliários de forma a ajudar na recuperação da segunda maior economia do mundo.

continua após publicidade

O índice Hang Seng saltou 2,7% em Hong Kong, a 20.846,18 pontos. Na China continental, o Xangai Composto subiu 1,55%, a 3.278,10 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,48%, a 2.191,96 pontos.

Em comunicado hoje, a Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China afirmou que irá trabalhar com governos locais e outros reguladores para garantir a entrega de imóveis, após proprietários de várias províncias ameaçarem suspender os pagamentos de hipotecas de projetos residenciais atrasados.

continua após publicidade

Em Hong Kong, ações do setor imobiliário chinês tiveram expressivas altas hoje, caso da Country Garden (+6%) e do Longfor Group (+4,1%).

O apetite por risco na Ásia também veio após as bolsas de Nova York vivenciarem um rali, na sexta-feira (15), na esteira de dados melhores do que o esperado nos EUA.

Em outras partes da região asiática, o sul-coreano Kospi se valorizou 1,90% em Seul hoje, a 2.375,25 pontos, e o Taiex registrou ganho de 1,16% em Taiwan, a 14.719,64 pontos. Em Tóquio, a bolsa não operou devido a um feriado nacional no Japão.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom positivo de Wall Street e da Ásia, e o S&P/ASX 200 avançou 1,23% em Sydney, a 6.687,10 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.