Economia

Bolsas da Ásia fecham em alta, após ganhos em NY e com mercados chineses fechados

André Marinho (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

As bolsas da Ásia fecharam em alta nesta sexta-feira, 3, após os fortes ganhos em Wall Street na véspera. Em sessão de menor liquidez, com mercados chineses fechados em meio a um feriado, investidores repercutiram o afrouxamento das restrições contra a covid-19 em alguns países da região.

continua após publicidade

Em Seul, o índice Kospi subiu 0,44%, a 2.670,65 pontos. O papel da companhia aérea Korean Airlines (+1,21%) esteve entre os destaques do pregão, após a Coreia do Sul anunciar que, a partir do dia 8 de junho, estrangeiros que chegarem ao país sem estarem vacinados não precisarão mais cumprir quarentena.

O índice Nikkei, referência em Tóquio, encerrou a sessão com valorização de 1,27%, a 27.761,57 pontos. O presidente do Banco do Japão (BoJ), Haruhiko Kuroda, reconheceu que a recente escalada da inflação no país pode prejudicar o consumo das famílias, mas insistiu que a política monetária relaxada será mantida. "É importante criar um ambiente econômico onde os salários possam subir mais", disse.

continua após publicidade

Na China, os negócios em Hong Kong, Shenzhen e Xangai não abriram hoje devido a um feriado no país. A Bolsa de Taiwan também ficou fechada. O relaxamento das restrições à mobilidade em várias cidades chinesas, incluindo Xangai, deu força as ações locais ao longo da semana.

Na Oceania, o índice S&P/ASX 200, em Sydney, ganhou 0,88%, a 7.238,80 pontos, apoiado pelo setor de mineração, após forte valorização de metais.