Economia

Boeing recebe primeira grande compra de novos 737 Max após acidentes

Da Redação ·

A Ryanair anunciou nesta quinta-feira a compra de 75 aeronaves 737 Max da Boeing, um incentivo para a gigante da aviação americana que enfrenta dificuldades após a proibição das operações com o modelo. O negócio está avaliado em mais de US$ 7 bilhões.

continua após publicidade

O acordo representa um alívio para a fabricante com sede em Chicago, que perdeu centenas de pedidos do Max em meio à suspensão de quase dois anos, após dois acidentes fatais.

No mês passado, os Estados Unidos aprovaram o Max para voos de passageiros novamente, emitindo um conjunto de diretrizes de segurança e avisos para companhias aéreas em todo o mundo.

continua após publicidade

Até novembro, as companhias aéreas e as empresas de leasing de aeronaves cancelaram cerca de 10% dos pedidos do Max pendentes da Boeing neste ano.

A Boeing disse acreditar que centenas de outros de seus mais de 4 mil pedidos restantes podem estar em risco por causa da saúde financeira de alguns clientes.

Antes da venda para a Ryanair, a Boeing só havia feito comercializações pontuais do Max.