Economia

BNDES aprova R$ 1bi a concessões de aeroportos da Aena

Da Redação ·

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou participação de R$ 1 bilhão no pacote de financiamento de R$ 1,790 bilhões para os investimentos da Aena nos seis aeroportos do Bloco Nordeste, concedidos ao setor privado em 2020. O empréstimo é mais um passo do BNDES no sentido de conceder financiamentos no modelo de project finance para valer, sem exigir garantias para além das receitas oriundas do projeto financiado.

continua após publicidade

O pacote de financiamento será dividido com o Banco do Nordeste (BNB), que emprestará R$ 790 milhões do valor total. Metade do empréstimo concedido pelo BNB foi garantido por uma fiança bancária do BNDES, inaugurando a atuação do banco de fomento como avalista em operações coordenadas de infraestrutura.

Em nota, o BNDES ressaltou que se trata de uma "operação non-recourse", em que a "contrapartida à garantia do BNDES é lastreada pelas receitas do próprio projeto - e não por recursos do acionista". "A estruturação do crédito e garantia na modalidade 'project finance' foi possível em função da evolução e da maturidade do modelo de concessões do setor aeroportuário", diz a nota da instituição de fomento.

continua após publicidade

Ainda conforme o BNDES, a operação de crédito financiará os investimentos necessários para ampliar em 50% a capacidade dos aeroportos administrados pela Aena - para um fluxo somado de 19 milhões de passageiros por ano, previsto para ser atingido em 2030. As obras de ampliação, que incluem reforço na segurança operacional, deverão gerar 4 mil empregos.