Economia

BCE/ata: aumento de juros mais forte pode causar reação excessiva dos mercados

Sergio Caldas (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Dirigentes do Banco Central Europeu (BCE) avaliam que um aumento inicial mais agressivo de seus juros básicos poderá desencadear uma reação excessiva nos mercados de juros, diante das atuais projeções macroeconômicas e elevado grau de incertezas, segundo ata da reunião de política monetária do BCE realizada no dia 9 de junho.

continua após publicidade

No encontro do mês passado, o BCE revelou planos de elevar seus juros em 25 pontos-base na reunião do próximo dia 21, mas há especulação sobre um aumento maior, possivelmente de 50 pontos-base, à medida que a inflação na zona do euro renova sucessivos recordes em meio aos efeitos da guerra na Ucrânia.

Na ata, publicada nesta quinta-feira, 7, dirigentes apontam que o crescimento e o mercado de trabalho da zona do euro seguem "surpreendentemente" robustos, apesar da dimensão dos choques de oferta.

continua após publicidade

Os dirigentes ponderaram a necessidade de "manter em mente" a possibilidade de uma recessão técnica no bloco, mas consideraram que, de modo geral, a hipótese de estagflação é um "resultado improvável"

Ainda de acordo com o documento, dirigentes do BCE concluíram que a revisão da perspectiva da inflação no médio prazo justifica que mais passos sejam tomados para normalizar a política monetária. Também foi argumentado que uma normalização muito lenta poderia ampliar as pressões de demanda.

Avaliou-se ainda que é fundamental que o BCE mantenha sua credibilidade, mostrando sua determinação de trazer a inflação de volta à meta oficial de 2% no médio prazo.