Economia

Arrecadação tem aumentado em componentes não esperados, diz Campos Neto

Da Redação ·

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, destacou nesta terça-feira a melhora sucessiva na arrecadação federal, que vem registrando recordes mensais em 2021. "A arrecadação tem aumentado inclusive em componentes que a gente não esperava. Mas o que de fato os agentes econômicos querem ver é uma melhora na parte das despesas. Nossa grande doença foi nunca ter conseguido criar uma disciplina de gastos. É na parte de gastos que precisamos fazer o maior esforço e, nesse sentido, a reforma administrativa é importante", afirmou, em participação no BTG Pactual Brasil CEO Conference 2021.

continua após publicidade

"Obviamente, fico feliz com melhora de receitas, mas ó mais importante é endereçar a parte de gastos", enfatizou o presidente do BC.

Por isso, Campos Neto alertou que flexibilizações frequentes na regra do teto de gastos podem passar uma mensagem ruim para o mercado. "O teto, ao contrário do que dizem, não limita gastos, mas aumenta eficiência das despesas. Todo gasto que é feito com saúde e vacina é bem vindo e justificado, mas temos que examinar eficiência dos gastos", completou.