Economia

Após reunião com Guedes e Pacheco, Prates confirma votação de PLs de combustíveis

Da Redação ·

O ministro da Economia, Paulo Guedes, deixou na manhã desta quarta-feira a residência oficial do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), após quase duas horas de reunião sobre os projetos que tratam de combustíveis no Senado e não falou com a imprensa. O senador Jean Paul Prates (PT-RN) participou do encontro e confirmou que os dois projetos relatados por ele serão votados na Casa ainda nesta data.

continua após publicidade

O senador afirmou que não há alterações nos textos já apresentados por ele. Um dos projetos cria uma conta de estabilização de custos para os combustíveis. O outro altera a cobrança do ICMS, imposto estadual, para a saída do combustível da refinaria ou para o recebimento do combustível importado.

Segundo Prates, não haverá alíquota única para os Estados e cada ente poderá continuar definindo sua alíquota.

continua após publicidade

Perguntado sobre os estudos do governo em criar um subsídio temporário para os combustíveis diante da alta internacional do preço do petróleo, o senador respondeu que o tema não foi tratado na reunião com Pacheco e Guedes.

Logo mais, às 11 horas, Guedes se reúne no Palácio do Planalto com o presidente da República, Jair Bolsonaro, para seguir discutindo a crise dos combustíveis.

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também participam do encontro no Planalto.