Mais lidas

    Economia

    Economia

    Agora, Brasil precisa de perenização de programa social, diz Pacheco

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 04.03.2021, 14:28:00 Editado em 04.03.2021, 14:36:25
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Após a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que viabiliza a nova rodada do auxílio emergencial no Senado, o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), defendeu um novo programa social perene no Brasil.

    No ano passado, o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, tentou viabilizar o Renda Brasil, substituindo o Bolsa Família com um orçamento maior. O teto de gastos, porém, barrou um acordo para aumentar o valor do programa social e cortar outras despesas na mesma proporção.

    Líderes do Senado desencadearam uma proposta para tirar o Bolsa Família, previsto em R$ 34,9 bilhões, do teto neste ano, medida rejeitada pela equipe econômica.

    "Temos agora que começar a discutir de maneira muito firme e segura a possibilidade da perenização de um programa social no Brasil de renda mínima, de renda cidadã, para a população que precisará desse alento do Estado até ter uma recuperação da economia que possa gerar emprego", disse Pacheco em coletiva de imprensa.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Agora, Brasil precisa de perenização de programa social, diz Pacheco"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.