Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Economia

Passaredo alega concorrência e demite 80 empregados

.

MARCELO TOLEDO

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - A companhia aérea Passaredo demitiu nos últimos dias cerca de 80 funcionários, mais de 10% de seu quadro funcional.  A informação é do Saesp (Sindicato dos Aeroviários do Estado de São Paulo). A aérea confirma as demissões, mas não informa o número de trabalhadores cortados.

De acordo com o Saesp, as demissões atingiram todos os setores da companhia baseada em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), principalmente o administrativo. A Passaredo, antes dos cortes, tinha cerca de 700 empregados.

Uma das alegações da aérea é que companhias concorrentes, como Azul e Gol, têm oferecido voos em horários próximos para destinos operados pela Passaredo. A possibilidade de corte de rotas existe, segundo o sindicato -a empresa diz operar todos os destinos normalmente.

"Duas empresas passaram a operar mesmos destinos e horários. A companhia estava indo bem, mas agora enfrenta esse problema. É uma caça predatória", afirmou Reginaldo Alves de Souza, presidente do sindicato.

As demissões, ainda de acordo com o sindicato, estão concentradas mais em funções existentes em Ribeirão Preto.

"O que atinge mais é o quadro administrativo da empresa. Em menor escala, [atinge] a parte operativa e de manutenção. Mas já é preocupante isso. Ruim porque a empresa vem de recuperação judicial e acontece um problema desse. É ruim para os trabalhadores", afirmou.

Antes das atuais demissões, efetivadas a partir da última quarta-feira (28), a aérea procurou o sindicato e pediu reunião para informar as demissões. As discussões prosseguiram na tarde desta sexta-feira (2).

Em 2016, em meio à recuperação judicial, a Passaredo demitiu cerca de 300 funcionários, devolveu aeronaves e eliminou rotas de sua malha aérea.

A empresa chegou a ser vendida para o grupo rodoviário Itapemirim no ano passado, mas o negócio foi desfeito em setembro por descumprimento contratual.

Três meses depois, a Passaredo suspendeu as operações em cidades do interior de Minas Gerais -Uberlândia, Uberaba, Ipatinga e Governador Valadares-, para reduzir voos com baixas taxas de ocupações.

Atualmente, a Passaredo opera voos para 14 cidades, entre as quais Guarulhos, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro e Salvador.

AJUSTE

Por meio de nota enviada por sua assessoria de comunicação, a Passaredo confirmou as demissões, sem informar o total de cortes.

"Os desligamentos foram programados e assistidos pelo Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Transportes Aéreos e todos os colaboradores terão seus direitos preservados", diz trecho da nota. 

A companhia aérea informou que segue operando normalmente todas as suas rotas, "sem previsão de mudança e que realiza um ajuste natural em seu quadro de funcionários, mantendo a prioridade na qualidade, eficiência e segurança das operações". 

"Trata-se de uma operação padrão, objetivando por meio desses ajustes manter a saúde financeira e a rentabilidade do negócio", diz a empresa. 

PASSAREDO

Base operacional: Ribeirão Preto

Funcionários: 620

Aeronaves: todas modelo ATR

Destinos: 14 cidades de 9 Estados; em SP, opera Guarulhos, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto   

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber