Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Economia

Ação na OMC contra EUA não está descartada, diz Mdic sobre tarifa do aço  

.

MAELI PRADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Mdic (Ministério da Idústria, Comércio Exterior e Serviços) afirmou nesta quinta-feira (1º), em nota, que o governo brasileiro não descarta ações, tanto em organismos multilaterais, como a OMC (Organização Mundial do Comércio), como no comércio bilateral para se proteger de tarifas adicionais ao aço aplicadas pelos EUA.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta que seu governo vai impor tarifas de importação para aço e alumínio de 25% e 10%, respectivamente, na próxima semana.

"O governo brasileiro não descarta eventuais ações complementares, no âmbito multilateral e bilateral, para preservar seus interesses no caso concreto."

O posicionamento da pasta lembra ainda que o Brasil é hoje o maior importador de carvão siderúrgico dos EUA, com compras que somaram cerca de US$ 1 bilhão no ano passado.

"[O carvão siderúrgico] constitui insumo relevante para a produção brasileira de aço, parcialmente exportada aos Estados Unidos", diz o texto.

A pasta disse que vê com muita preocupação a informação de que o governo dos EUA pretende aplicar tarifas adicionais. 

"O governo do Brasil recebe com enorme preocupação a informação divulgada hoje de que o governo dos Estados Unidos pretende aplicar tarifa adicional de 25% sobre as importações de aço, e de 10% sobre as de alumínio", diz a nota. "Caso confirmada, a restrição comercial afetará exportações brasileiras de ambos setores."

A nota lembra que o ministro Marcos Jorge esteve reunido em Washington com o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, para argumentar que o aço brasileiro não representa ameaça à segurança americana. 

"As estruturas produtivas siderúrgicas de ambos os países são complementares, uma vez que cerca de 80% das exportações brasileiras de aço são de produtos semiacabados, importante insumo para a indústria siderúrgica norte americana."

O posicionamento afirma, por fim, que o governo brasileiro espera poder trabalhar de forma construtiva com os Estados Unidos para evitar uma eventual aplicação da tarifa.

Essa tarifa adicional, de acordo com o Mdic, traria prejuízos para produtores e consumidores tanto no Brasil quanto nos EUA. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber