Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Economia

Organização Mundial do Comércio é uma catástrofe, diz Trump

.

ESTELITA HASS CARAZZAI

WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou nesta segunda (26) a OMC (Organização Mundial do Comércio) de “catástrofe” e voltou a defender uma política comercial internacional “justa e recíproca” para o país, no melhor estilo do bordão “América em primeiro lugar”. “Organização Mundial do Comércio: uma catástrofe”, afirmou Trump, durante reunião com governadores. “Ela faz com que seja quase impossível para nós fazermos bons negócios. Nós perdemos casos, não temos juízes... É muito ruim.”

Responsável por regular o sistema de comércio multilateral, a OMC estabelece regras comuns para seus membros e arbitra casos controversos. Atualmente, é presidida pelo brasileiro Roberto Azevêdo.

Crítico dos déficits comerciais dos EUA, que relaciona à perda de indústrias e empregos no país, Trump tem endurecido a política comercial americana. Ele defende a redução do déficit dos EUA com países como a China e o México, a quem atribui a perda de “bilhões de dólares por ano”, e já começou a revisar acordos como o Nafta –o que tem deixado parceiros comerciais sob tensão.

Na OMC, os EUA têm sido acusados de violar compromissos assumidos com outros países. Descontente com o que chama de economias “que não querem abrir seus mercados e participar de forma justa”, o país bloqueou a designação de novos juízes do Órgão de Apelação, que julga controvérsias entre os membros, o que pode tornar a corte inoperante num futuro próximo. “Nós não temos sido tratados com justiça”, afirmou o presidente. Na reunião desta segunda (26), ele citou o caso das motocicletas Harley Davidson, produzidas nos EUA, que são exportadas para a Índia –e, lá, pagam impostos de importação com alíquota de 100%. Recentemente, segundo Trump, o país sugeriu reduzir a alíquota para 50%. “E o que eu deveria dizer sobre isso? Eu deveria ficar feliz? Isso não está certo”, comentou.

O presidente atribuiu a responsabilidade dos desequilíbrios comerciais “não ao México, à China ou a ninguém”, mas ao próprio país, que “fez um péssimo trabalho por muitos anos”. “Eu estou falando de muitos, muitos, muitos presidentes, ao longo de 30, 35 anos”, disse Trump.

A China, em especial, foi o alvo preferencial das críticas do republicano, que atribuiu ao país uma perda anual de US$ 500 bilhões ao ano em comércio. A potência asiática foi aceita como membro da OMC em 2001, mas Trump acusa o país de não ter aberto sua economia suficientemente desde então.

Trump elogiou o presidente chinês Xi Jinping e disse que ele tem feito um trabalho “único” e tem um excelente relacionamento com os americanos. “Mas o presidente Xi trabalha pela China, e eu pelos Estados Unidos”, declarou.

A OMC não havia se manifestado sobre os comentários de Trump até o início da noite desta segunda (26).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber