Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Mercado imobiliário de SP avança quase 50% em 2017

.

ANAÏS FERNANDES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após três anos em queda, o mercado de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo reagiu e cresceu em 2017, impulsionado pelo segmento econômico.

Foram 28,7 mil unidades lançadas, alta de 48% em relação a 2016, informou nesta terça (20) o Secovi-SP (sindicado do mercado imobiliário). As vendas subiram 46%, com 23,6 mil apartamentos comercializados.

Oferta e demanda se concentraram em unidades de dois quartos, menos de 45 metros quadrados e de até R$ 240 mil. Além disso, a participação do MCMV (Minha Casa Minha Vida) nos lançamentos passou de 23% em 2016 para 36% em 2017.

Neste ano, porém, o Secovi estima que o número de unidades lançadas ficará estável, "porque não sabemos se conseguiremos aprovar tantos projetos do MCMV", disse Celso Petrucci, economista-chefe do sindicato. A expectativa é que as vendas cresçam de 5% a 10%.

O Ministério das Cidades anunciou uma meta de contratação de 650 mil unidades dentro do MCMV para 2018, mas disse que ainda não é possível determinar a segmentação por Estado.

O balanço do Secovi mostrou ainda estabilidade do valor médio do metro quadrado lançado na comparação anual, avaliado em R$ 8.700. A queda do preço real (corrigido pelo INCC), no entanto, desacelerou, recuando 4,4% em 2017, ante queda anterior de 7,3%.

Segundo Petrucci, essa curva pode se reverter até o terceiro trimestre de 2018. "Aí poderemos ter a volta do aumento real do preço", diz.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber