Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Qualcomm eleva oferta de compra da NXP e pressiona rival de chip

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A fabricante de chips Qualcomm elevou nesta terça-feira (20), para US$ 127,50 por ação, a oferta para comprar a NXP  Semiconductors e disse que tem o apoio do grupo de acionistas liderado pelo hedge fund  Elliott  Management, que tinha se oposto à proposta anterior.

A nova proposta pressiona a fabricante de chips Broadcom, que fez uma oferta de US$ 121 bilhões pela Qualcomm, desde que a empresa não elevasse a sua oferta de US$ 110 dólares por ação pela NXP.

Também permite que os acionistas da Qualcomm avaliem melhor o valor individual da empresa, enquanto consideram se deve apoiá-la na votação de acionista na disputa com a Broadcom em 6 de março.

"Vamos ver o que a Broadcom faz agora", disse o analista Stacy  Rasgon, da Bernstein.

"Enquanto a oferta atual é premissa de US$ 110  por ação da NXP, eles não serão necessariamente excluídos de fazer uma nova oferta baseada no novo preço da NXP."

A Broadcom disse nesta terça-feira que avalia suas opções e que o preço revisado para a NXP foi bem além do que a Qualcomm tem caracterizado repetidamente como completo e justo.

A nova oferta vem menos de uma semana após a Broadcom e Qualcomm se encontrarem cara a cara para discutir as diferenças entre os dois lados. Nenhuma das empresas se pronunciou sobre o assunto nesta terça.

NOVOS TERMOS

A compra da NXP ajudará a Qualcomm, que produz chips para smartphones Android e Apple, a expandir no mercado em rápido crescimento de chips usados em automóveis e reduzir a dependência de um mercado de smartphones que está esfriando.

Pelos novos termos acordados com o conselho da NXP, a Qualcomm disse precisa comprar ao menos 70% das ações em circulação da NXP, em vez dos 80% exigidos no acordo anterior. A última oferta avalia a NXP em US$ 44 bilhões.

Se a Qualcomm comprar mais de 70%, pode forçar os demais acionistas a vender sem negociações adicionais.

A Qualcomm ofereceu comprar a NXP, com sede na Holanda, por cerca de US$ 38 bilhões há mais de um ano, mas alguns acionista da NXP rejeitaram a oferta em busca de preço melhor.

A Qualcomm disse nesta terça-feira que celebrou acordos com nove acionistas da NXP, que coletivamente possuem mais de 28% da empresa, incluindo o principal acionista, Soroban Capital Partners LP, e o segundo maior, Elliott.

O hedge fund Elliott, que havia resistido à oferta anterior da Qualcomm de US$ 110 por ação, por considerar que ela subestimava o valor da NXP, disse que ficou satisfeito com a revisão do valor da NXP na nova oferta.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber