Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Defesas dizem que vão recorrer

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, responsável pela defesa de Rafael Palladino, disse que vai recorrer da sentença e contestar a pena. "Não está de acordo com as provas nos autos", afirma. O advogado de Luiz Sebastião Sandoval, Alberto Toron, afirma que seu cliente era presidente do Conselho, não participava da gestão e não pode ser responsabilizado por gestão fraudulenta. Também vai recorrer.

O advogado Gustavo Badaró, responsável pela defesa de Adalberto Savioli, considera a condenação equivocada, pois Savioli havia sido acusado de cinco crimes e foi condenado em um, por gestão fraudulenta e vai recorrer. "A condenação injusta", diz.

"Não tem elemento que sustenta a condenação", afirma o advogado David Teixeira de Azevedo, responsável pela defesa de Cláudio Baracat Sauda e Luiz Augusto Teixeira de Carvalho Bruno. Ele também vai recorrer da decisão, assim como o advogado Paulo César Fabra Siqueira, que defende Marco Antônio Pereira da Silva.

A defesa de Wilson Roberto Aro foi procurada mas não retornou as ligações. Renato Stanziola Vieira, advogado de Eduardo de Ávila Pinto Coelho, então diretor de T.I. do banco, explica que seu cliente, que era do suporte técnico, foi absolvido. "O magistrado percebeu que Eduardo não só não praticava atos de gestão, como não teve qualquer conhecimento sobre aspectos financeiros e contábeis que redundaram nessa persecução penal."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber