Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

'Reforma da Previdência não é nenhum bicho papão', diz Temer

.

GUSTAVO URIBE

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Michel Temer afirmou nesta quarta-feira (31) que a reforma previdenciária não é "nenhum bicho papão" e reconheceu que ela enfrenta certa resistência na sociedade brasileira.

Em cerimônia de assinatura de contratos do pré-sal, ele disse, no entanto, que caso a proposta seja aprovada, a população irá sentir os efeitos positivos da mudança nas aposentadorias e irá aplaudi-la.

"Toda vez que você fala em reforma, inicialmente, há uma certa resistência, mas logo depois as pessoas veem que não é nenhum bicho papão, que deu para melhorar o país e, logo depois, é aplaudida", disse.

Em discurso, ele afirmou ainda que tem seguido a recomendação de um publicitário e falado sobre a reforma previdenciária em todas as oportunidades, inclusive quando perguntam seu time de futebol e seus artistas favoritos.

"Se perguntarem qual seu time de futebol, você diz que é o São Paulo, mas lembra que, na questão previdenciária, o São Paulo tem tido tais e tais providências. Se perguntarem os artistas favoritos, citar dois ou três e dizer do aspecto previdenciário", afirmou.

Segundo ele, agora é o momento mais adequado de aprovar as mudanças na aposentadoria, já que é "angustiante" a situação previdenciária de algumas unidades da federação, que acumulam dívidas.

"Quando pedimos voto no Congresso Nacional, nós estamos pensando no país. Para aprovar a reforma, é o futuro do país que está no foco", disse.

Presente no evento, o líder do governo no Senado Federal, Romero Jucá (MDB-RR), disse ter a expectativa de que a proposta seja aprovada em fevereiro. Para ele, o Palácio do Planalto deve avaliar apenas no mês que vem se colocará em votação mesmos em ter os votos necessários.

Para ele, a popularidade do presidente deve melhorar com a percepção da população sobre a melhora econômica. Segundo pesquisa Datafolha, 70% da sociedade reprova a gestão do emedebista.

PRÉ-SAL

O presidente assinou nesta quarta-feira (31) contratos com seis consórcios que venceram a segunda e a terceira rodadas no regime de partilha de produção.

A previsão é de que os contratos resultarão em investimentos de pelo menos R$ 752 milhões.

A quarta rodada está prevista para o mês de junho, quando serão ofertadas as áreas de Itaimbezinho, Três Marias, Dois Irmãos, Saturno e Uirapuru, localizadas em São Paulo e no Rio de Janeiro.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber