Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Economia

H&M fecha lojas após protestos contra propaganda considerada racista

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A varejista de moda H&M decidiu fechar suas lojas na África do Sul após protestos contra propaganda da marca considerada racista.

Segundo comunicado no site da marca, a decisão foi tomada para garantir a segurança de empregados e consumidores.

A H&M diz estar monitorando a situação e que reabrirá as lojas assim que houver segurança novamente.

A companhia afirma que nenhum consumidor ou empregado se machucou durante os protestos.

A empresa também reiterou que considera o racismo inaceitável, não importando sua forma e se ele é intencional.

No último sábado (13), membros do grupo Combatentes pela Liberdade Econômica (EFF, na sigla em inglês) saquearam lojas da H&M na província de Gauteng, onde fica a cidade de Johannesburgo, destruindo vidraças e espalhando roupas.

A H&M emitiu no início da semana um comunicado pedindo desculpas pelo anúncio, bastante criticado em todo o mundo, que apresentava uma criança negra exibindo uma camisa com a frase "o macaco mais legal da selva". A loja também disse que removeu a peça do mercado.

"Nossa posição é simples, cometemos um erro e estamos profundamente arrependidos", afirma a empresa.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber