Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Conferência sobre bitcoins em Miami deixa de aceitar criptomoedas

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma conferência para 3.000 pessoas sobre criptomoedas que acontecerá em Miami (EUA) na próxima semana não aceitará mais pagamento de ingressos com bitcoins.

Em sua página oficial, a North American Bitcoin Conference informou que, devido ao congestionamento da rede e a necessidade de processamento manual das transações, não aceitaria criptomoedas na venda do último lote de ingressos.

A conferência acontece dos dias 17 a 19 deste mês. Os ingressos de última hora custam US$ 1.000.

"Nós aceitamos, e sempre aceitaremos, pagamento em criptomoedas até 14 dias antes de nossas conferências", diz a organização do evento em seu site oficial.

Porém, como as plataformas para venda de ingressos usadas dependem que dados relativos a compras com criptomoedas sejam informados manualmente, a organização decidiu não usá-las para vendas de última hora. Caso não tomasse a decisão, teria dificuldade de imprimir os tíquetes a tempo para o evento.

O aumento das taxas para transação com bitcoin também teve papel importante na decisão.

Ao site Bitcoin.com, Moe Levin, presidente da empresa Key Note, organizadora do evento, reclamou que o custo para transações com bitcoins está elevado, por vezes ultrapassando os US$ 0,30.

Quem transfere bitcoins, na maioria das vezes, paga uma taxa, usada para remunar os mineradores de bitcoins. São pessoas que disponibilizam computadores com grande capacidade de processamento para gerar novos bitcoins e registrar no blockchain (banco de dados descentralizado e compartilhado entre vários agentes) as transações feitas usando a criptomoeda.

Quanto maior a taxa paga por transação, maior o incentivo para que ela seja processada rapidamente. Com isso, o crescimento do uso do bitcoin pode levar a maior congestionamento e elevação das taxas.

Segundo Levin, faltam plataformas para gestão de eventos que estejam preparadas para receber criptomoedas e que facilitem o gerenciamento de grandes volumes de vendas

Ele disse acreditar que, em um ano, companhias que oferecem serviços de pagamento com bitcoins estarão preparadas para serem integradas automaticamente aos serviços de vendas de ingressos.

NÃO PAGA

A rejeição do bitcoin na conferência acontece logo após outras empresas deixarem de aceitar a moeda –o que levanta questionamentos sobre a capacidade do bitcoin ser um meio de pagamento útil.

Nesta semana, a Microsoft suspendeu o uso de bitcoins em sua loja virtual devido a instabilidade da moeda. A empresa recebia bitcoins desde 2014.

Já no mês passado o site Steam, de venda de jogos on-line, também deixou de aceitar a criptomoeda devido a sua volatilidade e taxas de transação altas.

Sobre o tema, o portal Business Insider alfinetou: "com toda a empolgação a respeito do bitcoin, é fácil subestimar um fato importante. Ele não funciona muito bem como uma moeda."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber