Mais lidas
Economia

Em ano eleitoral, governo quer destravar Minha Casa, Minha Vida

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, informou nesta segunda-feira (8) que o governo deve retomar neste ano eleitoral as obras de 70 mil unidades do Programa Minha Casa, Minha Vida em todo o país que estavam paradas.

Baldy manteve a previsão de entrega de 75 mil novas moradias do programa ainda no primeiro trimestre. As informações são da Agência Brasil. “Temos previsto para 2018 no orçamento do Ministério das Cidades quase R$ 70 bilhões entre FGTS [Fundo de Garantia do Tempo de Serviço] e no orçamento da União de recursos para serem investidos no Minha Casa, Minha Vida”, disse o ministro, após reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, no Palácio Guanabara, para tratar da entrega das unidades do Residencial Viver Melhor Itaboraí.

Segundo Baldy, o empreendimento com mais de 3 mil unidades em Itaboraí, no Grande Rio, está praticamente pronto, mas ainda faltam as obras para o abastecimento de água. De acordo com o ministro, o governo federal já investiu mais de R$ 220 milhões no residencial e vai destinar mais R$ 33 milhões para a obra da rede de abastecimento.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber