Mais lidas
Economia

Aluguel de fim de ano no litoral de SP sobe para maioria dos imóveis, aponta estudo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O aluguel de uma casa com um quarto no litoral norte de São Paulo durante o Natal ou Ano Novo está, em média, 219% mais caro neste ano do que em 2016, de acordo com o Creci-SP (conselho dos corretores do Estado).

A diária média dessa tipologia passou de R$ 180 no ano passado para R$ 575.

Foi a maior alta registrada pelo levantamento da entidade, que consultou 38 imobiliárias nos litorais norte (Caraguatatuba, Ubatuba, Ilhabela, São Sebastião, Bertioga) e sul (Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe), além da faixa central (Guarujá, Santos e São Vicente).

O aumento no valor da locação por temporada aconteceu na maioria dos imóveis ofertados analisados pelo Creci. Dos 21 tipos de casas e apartamentos disponíveis, 12 estão com valores médios superiores a 2016.

No litoral central, todas as tipologias viram o preço do aluguel aumentar. A maior alta (153%) foi para apartamentos de dois quartos, cuja diária média passou de R$ 206 para R$ 521 na comparação anual.

No litoral sul, por outro lado, quase todos os tipos de unidades para alugar no período sofreram queda nos preços.

A maior redução (-54%) foi para a locação de casas de quatro dormitórios. A exceção na região são apartamentos de um quarto, cujas diárias subiram, em média, 57%.

O litoral sul abriga também as diárias mais baratas que o Cresci encontrou: R$ 125 por quitinetes. As mais caras, de R$ 2.266, eram para casas de quatro dormitórios no litoral central.

José Augusto Viana Neto, presidente do Creci paulista, ressalta que, no geral, há espaço para negociação entre locadores e locatários. "Quem fizer isso pode conseguir descontos ou valores menores."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber