Mais lidas
Economia

Gêmeos que processaram o Facebook se tornam bilionários com bitcoin

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os gêmeros Winklevoss, que processaram Mark Zuckerberg argumentando que a ideia do Facebook era deles, hoje têm mais de um bilhão em bitcoins.

Da indenização de US$ 65 milhões que ganharam do Facebook em 2013, os irmãos investiram US$ 11 milhões na criptomoeda, segundo o jornal "Telegraph".

Desde então, o ativo se valorizou cerca de 10.000%. No último domingo (3), a reserva dos irmãos chegou a US$ 1 bilhão (R$ 3,23 bilhões). É o primeiro caso conhecido de alguém que tenha mais de um bilhão em bitcoin, mas as operações feitas na moeda são sempre sigilosas.

O preço do bitcoin vem oscilando nos últimos dias, mas ainda bate recordes de valorização. Houve uma queda de US$ 10.991, em 29 de novembro, para US$ 9.332, no dia seguinte, mas que já se recuperou.

A última cotação do bitcoin está em US$ 11,7 mil (R$ 38 mil), segundo CoinDesk.

Recentemente, a moeda foi liberada pela comissão de futuros dos Estados Unidos para ser usada por agentes financeiros estabelecidos de Wall Street, como CME e CBOE.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber