Mais lidas
Economia

'New York Times' reduz limite de conteúdo gratuito para não-assinantes

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O "New York Times" reduziu, nesta sexta-feira (1º), o limite de conteúdo gratuito que pode ser lido em sua versão digital.

O paywall (limite de matérias disponíveis para quem não é assinante) foi de 10 para 5 reportagens por mês. É a primeira mudança no modelo do paywall do "New York Times" desde que ele foi criado, há cinco anos. O jornal cobra US$ 15 (R$ 49) para cada quatro semanas de assinatura.

Além do modelo de paywall com limite de conteúdo gratuito, conhecido como "paywall poroso", há sites que ganharam assinantes cobrando por todo o conteúdo que publicam, como o "Financial Times".

Nos seis meses após a eleição de Trump, o "New York Times" ganhou 500 mil novos assinantes. Hoje, são 2,5 milhões.

No Brasil, a Folha de S.Paulo foi o primeiro jornal brasileiro a adotar assinaturas com "paywall poroso", em junho de 2012.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber