Mais lidas
Economia

'Precisa de visto para o Brasil? Keep Calm', diz comunicado do Itamaraty

.

JOANA CUNHA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O Itamaraty resolveu tratar com humor o gargalo provocado pela nova Lei de Migração, que, desde que entrou em vigor no dia (21), bloqueou a contratação de executivos estrangeiros por multinacionais que operam no Brasil.

A página que o Consulado do Brasil em Chicago mantém no Facebook publicou nesta quarta-feira (29) uma foto de um lêmure, um parente distante do macaco, com a palma da mão esticada em um gesto que pede calma.

Junto da imagem do animal vem o recado "Precisa de visto para ir ao Brasil? Keep Calm".

Keep Calm, que significa "mantenha a calma", é uma frase que tem origem na resiliência de Londres aos bombardeios da Segunda Guerra, mas popularizou-se em adesivos e memes cômicos nas redes sociais da atualidade.

A página no Facebook é uma publicação considerada informal. Mas é usada para divulgar informações oficiais sobre o atendimento consular.

Após ser procurado pela reportagem, o Itamaraty informou que iria retirar o comunicado jocoso do ar.

Especialistas em imigração que auxiliam a expatriação de executivos em multinacionais consideraram a publicação de mau gosto.

"Entendemos que o Facebook seja um ambiente informal. No entanto, a situação que o Brasil está vivendo com a falta de planejamento da implantação da nova lei é crítica e demanda atitude séria e madura. O impacto que o atraso da emissão de vistos pode trazer para a nossa economia não deveria ser tratado dessa forma", afirma Diana Quintas, sócia da empresa de imigração Fragomen Brasil.

Conforme a Folha de S.Paulo antecipou, desde que entrou em vigor, na semana passada, a nova Lei de Migração, que substitui o Estatuto do Estrangeiro, travou os processos de requerimento de vistos de trabalho para estrangeiros que pretendem trabalhar no Brasil.

Gigantes globais, que costumam trazer executivos mensalmente, estão com profissionais parados no exterior.

O decreto que regulamenta a lei deixou em aberto muitos pontos relativos à concessão de vistos de trabalho, paralisando os procedimentos enquanto o Conselho de Migração, órgão vinculado ao Ministério do Trabalho, não divulgar as resoluções que estão faltando.

O problema se estende a investidores, pessoas físicas ou jurídicas, que querem vir ao Brasil para aportar capital.

O Ministério do Trabalho afirma que o Conselho de Imigração "está trabalhando em cima das resoluções".

O órgão informa que convocou uma reunião extraordinária para o dia 01/12 e outra para o dia 12/12 para tratar da questão.

A lacuna na legislação desencadeou atrasos para o Itamaraty e para o atendimento de estrangeiros na Polícia Federal.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber