Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Entidades fazem acordo sobre perdas com planos econômicos nos anos 80 e 90

.

JULIO WIZIACK E MARIANA CARNEIRO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Febrapo (Frente Brasileira dos Poupadores), o Idec (Instituto de Defesa do Consumidor) e a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) chegaram a um consenso sobre a correção das cadernetas de poupança para corrigir as perdas decorrentes de planos econômicos das décadas de 1980 e 1990.

As negociações vinham sendo conduzidas pela AGU (Advocacia-Geral da União), com apoio do Banco Central do Brasil. O acordo prevê uma indenização de cerca de R$ 11 bilhões.

Segundo a AGU, pontos relevantes da conciliação ainda estão pendentes. O texto final será definido na próxima semana e então submetido à apreciação do STF (Supremo Tribunal Federal), a quem caberá a última palavra sobre o tema.

ENTENDA

Clientes dos grandes bancos do país entraram na Justiça em ações coletivas e individuais para solicitar a reparação de perdas com o congelamento das remunerações da caderneta de poupança durante os planos econômicos nas décadas de 1980 e 1990: Bresser (1987), Verão (1989), Collor 1 (1990) e Collor 2 (1991).

O acordo prevê o pagamento de uma indenização de R$ 11 bilhões aos clientes, menos do que foi solicitado durante as negociações -ao redor de R$ 50 bilhões.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber