Mais lidas
Economia

Rio adia novamente leilão de empréstimo para pagar servidores

.

NICOLA PAMPLONA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O governo do Rio adiou pela segunda vez o leilão para obter empréstimo de R$ 2,9 bilhões para quitar salários atrasados. A concorrência, que seria realizada nesta sexta (27), foi remarcada para o dia 1º de outubro.

Segundo a Secretaria de Fazenda, o adiamento foi necessário porque o processo depende ainda de decreto do governo federal relativo às contragarantias que serão dadas pelo financiamento.

O governo do Rio dará como garantia 50% as ações da Cedae (Companhia Estadual de Água e Esgoto), que será privatizada com apoio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

O Tesouro, por sua vez, dará contragarantias. Vence o leilão a empresa que apresentar a menor taxa de juros.

Inicialmente, a meta era arrecadar R$ 3,5 bilhões, mas a revisão do valor da Cedae pelo Ministério da Fazenda reduziu o valor em R$ 600 milhões.

O governo do Rio ainda deve R$ 163 milhões em salários de agosto a 15.375 servidores. Com relação, a dívida é de R$ 650 milhões, com 221.604 funcionários da ativa e aposentados.

Além disso, há dívidas relativas ao 13º salário de 2016 e bonificações. Com os recursos do empréstimo, o governo espera quitar todos os atrasados.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber