Mais lidas
Economia

ATUALIZADA - Londres proíbe Uber e diz que empresa não tem responsabilidade corporativa

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Uber perdeu sua licença para operar em Londres, anunciou nesta sexta (22) a TfL (Autoridade de Transportes da cidade). A medida deve afetar 40 mil motoristas em uma das maiores cidades em que o aplicativo opera.

O órgão regulador disse que a conduta da Uber representou riscos para a segurança pública e não renovaria sua licença quando expirar em 30 de setembro. Uber tem 21 dias para recorrer e pode continuar a operar até o processo de apelação ter terminado.

A empresa, que responde por um terço dos veículos de aluguel privado nas ruas de Londres, disse que vai recorrer.

"A abordagem e a conduta de Uber demonstram uma falta de responsabilidade corporativa em relação a uma série de questões que têm potenciais implicações em proteção e segurança pública", justificou a TfL.

"Os 3,5 milhões de londrinos que usam nossa aplicação e os mais de 40 mil motoristas licenciados que contam com a Uber para viver serão prejudicados com essa decisão", disse o chefe da empresa de Londres, Tom Elvidge.

"Ao querer banir a nossa aplicação na capital, a Autoridade de Transportes de Londres e o prefeito cederam às chamadas de um pequeno número de pessoas que querem limitar a escolha do cliente", disse Elvidge.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber