Mais lidas
Economia

ATUALIZADA - Petrobras abre processo para vender fábricas de fertilizantes

.

NICOLA PAMPLONA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Petrobras abriu nesta segunda-feira (11) processo de venda de duas unidades de fertilizantes, uma delas ainda em construção. A operação faz parte do plano de desinvestimentos da companhia, que prevê arrecadar US$ 21 bilhões até o fim de 2018.

O pacote anunciado nesta segunda inclui a Araucária Nitrogenados (Ansa), produtora de ureia e amônia localizada no Paraná, e a Unidade de Fertilizantes III (UFN-III), em Três Lagoas (MS), que ainda precisa de investimentos para iniciar as operações.

Em seu plano estratégico, divulgado em 2016, a Petrobras anunciou que não tem mais interesse em operar com fertilizantes --setor que era encarado nos governos petistas como uma forma de direcionar parte da produção de gás natural da companhia.

A UFN-III foi um dos investimentos aprovados nesse sentido. A ideia era incentivar o uso do gás enquanto as termelétricas não estivessem gerando energia.

Suas obras foram iniciadas em 2011, mas paralisadas em 2014 após divergências com o consórcio construtor, formado pela Galvão Engenharia e pela chinesa Sinopec.

"Com a transferência do ativo para o futuro comprador, as obras para conclusão do investimento poderão ser retomadas", disse a Petrobras, em nota.

A estatal, porém, não garante o contrato dos 2,2 milhões de metros cúbicos de gás por dia necessários para a operação da unidade.

A Petrobras tem outras duas fábricas de fertilizantes, em Sergipe e na Bahia, que também deverão ser vendidas.

Desde que mudou a metodologia de venda de ativos por determinação do TCU (Tribunal de Contas da União), em maio, a estatal já abriu 15 novos processos, a maior parte deles envolvendo campos ou grupos de campos de petróleo.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber