Mais lidas
Economia

Retomada do PIB irá se fortalecer nos próximos meses, diz Meirelles

.

MAELI PRADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Ao comentar a alta de 0,2% no PIB (Produto Interno Bruto) do segundo trimestre, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que a retomada da atividade irá se fortalecer nos próximos meses, e que a recuperação é consequência das medidas adotadas pela equipe econômica.

"Entraremos em 2018 num ritmo forte e constante. Continuaremos a trabalhar para garantir que essa expansão seja longa e duradoura, gerando emprego e renda para os brasileiros", afirmou o ministro através de nota divulgada por sua assessoria de imprensa.

O IBGE informou que o PIB teve alta de 0,2% de abril a junho frente aos três meses anteriores. Em relação ao mesmo período do ano anterior, a economia avançou 0,3%.

O resultado ocorre após o PIB ter crescido 1% no primeiro trimestre, puxado pelo setor agropecuário, o que foi comemorado pelo governo como o fim da recessão.

"As medidas que adotamos para recolocar o Brasil no caminho do crescimento sustentável começam a mostrar seus efeitos. As empresas estão voltando a contratar. A inflação baixa e a queda consistente dos juros contribuem para a retomada do consumo das famílias. O IBGE mostrou que o consumo familiar voltou a crescer depois de nove trimestres de retração", disse o ministro.

Para Meirelles, os números do IBGE são a confirmação de que o Brasil está superando a recessão.

"Dados do IBGE divulgados hoje confirmam que o Brasil está superando a pior recessão da história. Registramos entre abril e junho o segundo trimestre consecutivo de crescimento, depois de dois anos de retração, inflação recorde e desemprego crescente."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber