Mais lidas
Economia

ATUALIZADA - Ações da Eletrobras disparam após proposta para privatizar empresa

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após o MME (Ministério de Minas e Energia) informar nesta segunda (21) que vai propor ao PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) a venda de ações da União na Eletrobras, o valor dos papeis da empresa dispararam. Às 11h45 desta terça (22), as ações ordinárias da Eletrobras avançavam 35,70%, para R$ 19,27, enquanto os papéis preferenciais se valorizavam 24,23%, para R$ 22,15. Já a Bolsa brasileira tinha alta de 2,08%, para 70.065 pontos.

O governo não informou quantas ações pretende vender no processo, limitando-se a falar em "democratização" da empresa na Bolsa.

Pessoas com conhecimento do assunto, no entanto, disseram que o objetivo é se desfazer de todos os papéis por meio de uma oferta pública, mantendo apenas uma "golden share" (ação que garante poder de veto em decisões estratégicas).

A União detém diretamente 40,99% das ações da empresa. O BNDES, 18,72%, e fundos federais, outros 3,42%.

A expectativa é arrecadar entre R$ 20 bilhões e R$ 30 bilhões, que ajudarão a conter o deficit nas contas públicas em 2018. Hoje, o valor de mercado é de R$ 20 bilhões.

A avaliação é que as ações podem se valorizar com a perspectiva de privatização e com a mudança no sistema de cotas de venda de energia a preços baixos, instituído em 2013, e eliminada pelo novo marco do setor elétrico que será levado ao Congresso.

O MME argumentou que a venda da fatia da União "trará maior competitividade e agilidade à empresa para gerir suas operações, sem as amarras impostas à estatal".

A decisão, afirmou o ministério, foi adotada após "profundo diagnóstico sobre o processo em curso de recuperação da empresa".

A Eletrobras vem implementando um plano de corte de custos para reduzir o endividamento, que era de R$ 23,4 bilhões no segundo trimestre.

PETRÓLEO

Por volta das 11h desta terça (22), os preços do petróleo também avançavam, impulsionados por indicações de que a oferta pode estar diminuindo gradualmente, especialmente nos Estados Unidos.

O petróleo Brent, de Londres, avança 0,60%, para US$ 51,96. O petróleo WTI, dos Estados Unidos, se valoriza 0,72%, para US$ 47,71.

Os dados semanais sobre os estoques dos EUA serão divulgados a partir desta terça-feira, dando ao mercado a chance de ver se a recente tendência de queda nas reservas de petróleo do país continua.

Espera-se que os estoques de petróleo dos EUA tenham caído pela oitava semana consecutiva, recuando em 3,4 milhões de barris, segundo uma pesquisa da Reuters.

Os papéis preferenciais da Petrobras sobem 3,14%, para R$ 13,76. As ações ordinárias se valorizam 3,11%, para R$ 14,23.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber