Mais lidas
Economia

ANP diz que 36 empresas se inscrevem para leilão de petróleo em setembro

.

NICOLA PAMPLONA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) informou nesta quarta (9) que 36 empresas se inscreveram para participar da 14ª rodada de licitações de áreas petrolíferas no Brasil, marcada para setembro.

Dentre elas, 14 já foram habilitadas pela agência, por cumprir os requisitos técnicos necessários, e tiveram seus nomes divulgados nesta quinta.

Duas delas são estreantes em leilões brasileiros: Petronas e DEA Deutsche Erdoel, da Malásia e da Alemanha, respectivamente. Uma terceira nunca teve concessões no país, a também alemã Wintershall.

A lista inclui ainda as gigantes Exxon (EUA), Shell (Inglaterra/Holanda), Total (França) e BP (Inglaterra). A Petrobras também foi habilitada.

A 14ª rodada vai oferecer 287 blocos exploratórios em 11 bacias sedimentares brasileiras. A área total oferecida será de 122.622 quilômetros quadrados.

Embora seja focado em áreas do pós-sal, o leilão terá também blocos com possibilidade de reservas no pré-sal na Bacia de Campos.

Essas áreas estão fora do chamado polígono do pré-sal definido em 2010 pelo governo Lula, no qual só podem ser assinados contratos de partilha de produção -que garantem ao governo uma parcela do óleo produzido.

A 14ª rodada será o primeiro teste de atratividade do setor de petróleo brasileiro após mudanças nas regras que reduziram o compromisso de compras de bens e serviços no país e flexibilizaram a cobrança de royalties sobre a produção.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber