Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Presidente do BNDES critica nova taxa de juros proposta pelo governo

.

MAELI PRADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) voltou a criticar, de forma indireta, a TLP (Taxa de Longo Prazo), que se passar pelo Congresso, como quer a equipe econômica, aproximará os juros de referência do banco das taxas de mercado.

"A TJLP [Taxa de Juros de Longo Prazo, que é a taxa atual], junto com o spread, fazem o resultado do banco, que é revertido para a União através dos tributos que o banco paga. O banco é o maior recolhedor de dividendos para a União", disse, em cerimônia com o presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que é grande defensor da TLP.

Ele afirmou que a TJLP não é um subsídio. "Não é liquidamente um subsídio, porque reverte o bom resultado para a União através do pagamento de tributos".

ENTENDA

A nova política, definida por medida provisória editada pelo governo antes da chegada de Rabello de Castro à presidência do banco, prevê a implantação da TLP (Taxa de Longo Prazo) em substituição à TJLP a partir de 2018.

A nova taxa passará a ser corrigida de acordo com os juros dos títulos do Tesouro NTN-B. O objetivo do governo é reduzir o volume de crédito subsidiado na economia, mas a proposta ainda precisa passar pelo Congresso.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber