Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Governo prevê conclusão da usina nuclear de Angra 3 em 2026

.

LUCAS VETTORAZZO

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O governo federal pretende colocar em operação a usina nuclear de Angra 3 em 2026. A sinalização foi feita no fim da manhã desta quinta-feira (6) pelo presidente da EPE (Empresa de Pesquisa Energética), Luiz Augusto Barroso.

A EPE é responsável por elaborar o chamado "Plano Decenal do Setor Elétrico" ou "PDE", que formula as bases para a expansão do setor no país.

Segundo Barroso, o PDE 2016-2026 deve ser divulgado ainda esta semana. O plano será o primeiro pós governo Dilma Rousseff.

No processo de substituição da então presidente, o desenvolvimento do plano, que é divulgado anualmente, havia sido interrompido. Indicado por Michel Temer para a presidência da EPE, Barroso assumiu em julho de 2016 com a tarefa de retomar o plano.

De acordo com ele, a previsão de entrada em operação de Angra 3 em 2026 constará da versão a ser divulgada. A usina nuclear está em fase de construção no município de Angra dos Reis, a cerca de 160 km da capital do Rio.

Segundo Barroso, neste momento a dúvida que existe é quanto a finalização do processo de investimento e construção da obra.

"O desafio de Angra é mais o modelo de negócios do financiamento, investimento incremental, como vai fazer para trazer um investidor externo", disse Barroso.

A construção da usina foi alvo de desvios de dinheiro e corrupção, segundo o Ministério Público Federal.

No ano passado, 13 pessoas -entre elas o ex-presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro- foram condenados por crimes cometidos na construção da usina. Pinheiro está preso atualmente.

Em março passado, outras sete pessoas, das quais cinco ex-executivos da Eletronuclear, também foram presas e denunciadas por lavagem de dinheiro.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber