Mais lidas
Economia

Greve no Nordeste tem bloqueios, ônibus circulando e baixa adesão

.

JOÃO PEDRO PITOMBO

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - A greve geral foi marcada por vias bloqueadas, ônibus circulando e baixa adesão de trabalhadores nas principais capitais do Nordeste.

Ao contrário da greve geral de abril, os ônibus circularam em capitais como Salvador e Fortaleza, fazendo com que a adesão à paralisação fosse mais baixa.

Por outro lado, manifestantes se concentraram em regiões movimentadas das capitais para protestar contra a reforma trabalhista, além de pedir o afastamento do presidente Michel Temer (PMDB) e a realização de eleições diretas para presidente em 2017.

Na Bahia, a CUT (Central Única dos Trabalhadores) estima que houve paralisações ou protestos em pelo menos 100 cidades.

Em Fortaleza, os ônibus circularam normalmente. Contudo, foram registrados pelo menos dois casos de ônibus que tiveram os pneus esvaziados pelos manifestantes.

O Sindiônibus, que representa as empresas, informou em nota que todas as linhas de ônibus e os sete terminais rodoviários de Fortaleza estão operando normalmente, "apesar de dificuldades geradas pelos manifestantes".

Em Salvador, os ônibus saíram das garagens e circularam normalmente, assim como o metrô. Parte da frota dos ônibus, contudo, foi paralisada por manifestantes nas proximidades do Shopping da Bahia. Com isso, passageiros que já tinham saído de casa tiveram que descer do ônibus e completaram o trajeto que fariam a pé.

Apesar dos ônibus circulando, os grevistas bloquearam avenidas de Salvador, Recife e Fortaleza, causando engarrafamentos em diversos trechos das cidades.

Na capital baiana, o principal bloqueio aconteceu na Avenida Antônio Carlos Magalhães, uma das regiões mais movimentadas da cidade. O bloqueio foi erguido às 6h e a via foi liberada por volta das 12h. Cerca de 3 mil manifestantes se concentraram no local, segundo a CUT.

No Recife, hoje bloqueia na avenida Norte, onde os manifestantes queimaram pneus para obstruir a pista. Rodovias que dão acesso ao Recife e à Petrolina também foram bloqueadas em Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, houve bloqueios em 13 trechos de estradas.

Em Fortaleza, os manifestantes fizeram uma passeata no final da manhã na região central da cidade. As lojas da região não abriram as portas, assim como os bancos. Em Salvador, haverá uma passeata saindo da praça do Campo Grande, no Centro, às 15h.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber