Mais lidas
Economia

No Brasil, Google é alvo de processo por prática que rendeu multa na UE

.

NATÁLIA PORTINARI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Google também é processado no Brasil por se aproveitar da popularidade de seu mecanismo de busca para favorecer o Google Shopping, seu serviço de comparação de preços, o que rendeu uma multa de quase R$ 9 bi à empresa na União Europeia.

Em 2011, a E-Commerce, dona das empresas Buscapé e BondFaro, fez uma denúncia ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), argumentando que a posição de destaque dada aos resultados do Google Shopping na busca prejudica as demais empresas.

A reclamação das empresas é de que quando alguém procura um produto, como uma geladeira, a comparação de preços feita pelo Google aparece antes dos links dos outros serviços concorrentes.

Antonio Coelho Lima Jr., executivo do site JáCotei, se queixa da prática da empresa. "Quando faz isso, o Google não está cumprindo a prática de dar os resultados mais relevantes primeiro. Demonstra que primeiro vem a empresa, depois o consumidor", afirma.

Segundo Lima Jr., os acessos de seu site, que existe desde 2000, caíram mais de 40% após o Google Shopping ganhar um espaço privilegiado na busca em 2009. Ele criou um programa de milhas para tentar fidelizar seus clientes na época.

O Yelp também fez um denúncia no Cade em 2016, mas se referindo às resenhas de restaurantes, hotéis e lojas fornecidas pelas Google Maps, que, assim como o serviço de compras, aparecem à frente dos concorrentes nas pesquisas.

Procurado, o Google não respondeu a respeito dos processos, que estão em análise na Superintendência-Geral do Cade.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber