Mais lidas
Economia

Com queda em despesas, União tem superavit de R$ 12,5 bi em abril

.

MAELI PRADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Após dois meses de deficit, as contas do governo federal tiveram um superávit primário (receitas menos despesas antes do pagamento de juros) de R$ 12,5 bilhões no mês passado, um crescimento real (descontada a inflação do período) de 23% na comparação com abril de 2016. É o melhor resultado para um mês de abril em três anos. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (25) pelo Tesouro Nacional.

A Previdência teve um deficit de R$ 11,9 bilhões no mês passado, um crescimento de 35,4% na comparação com abril do ano passado. Já o resultado do Tesouro Nacional somado com o do Banco Central foi positivo em R$ 24,5 bilhões, aumento de 28,7% em relação a 2016.

As receitas líquidas somaram R$ 108 bilhões em abril, resultado praticamente estável em relação ao registrado no mesmo período do ano passado.

Já as despesas totalizaram R$ 95,5 bilhões, uma queda de 2,2% em relação a abril de 2016.

Foram reduzidas principalmente as despesas discricionárias (não obrigatórias), que caíram 21,3% em relação a abril de 2016. As obrigatórias também tiveram queda, de 10% na mesma comparação.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber