Economia

'Não está fácil', diz ministro sobre convencer PRB a apoiar reforma

.

MAELI PRADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, afirmou nesta terça-feira (9) que "não está fácil" convencer os parlamentares do PRB, legenda da qual é presidente licenciado, a votar a favor da reforma da Previdência.

"Na medida que posso, ou sou demandado, tento ajudar. Mas não está fácil não. Acho que a maioria vai votar a favor, mas há um desconforto com a reforma", declarou.

De acordo com Pereira, que deu entrevista à imprensa para fazer um balanço de um ano à frente da pasta, a comunicação do governo sobre a reforma da Previdência "não foi bem feita".

"A comunicação não foi bem feita, ou melhor, foi feito o que era possível, mas a comunicação da oposição é covarde e mentirosa. Meu motorista veio me perguntar se vão acabar com o 13º salário", exemplificou. "O governo está fazendo bem em melhorar a comunicação".

Em abril, o presidente Michel Temer decidiu devolver o comando da Camex à pasta comandada por Pereira, o que fortaleceu o aliado. A secretaria havia sido transferida ao Itamaraty no início do governo, em uma tentativa de dar mais força ao ministério comandado pelo ex-chanceler José Serra (PSDB-SP).

O PRB tem 24 deputados, é uma das mais fieis na base aliada de Temer e pode ser crucial na aprovação da reforma da Previdência.