Mais lidas
Economia

Governo do DF bloqueia Esplanada e prevê 10 mil em protestos na sexta

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo do Distrito Federal irá reforçar o esquema de segurança na Esplanada dos Ministérios diante da greve geral e da possibilidade de protestos nesta sexta-feira (28). A previsão é que o trânsito na Esplanada seja bloqueado nos dois sentidos já a partir da meia-noite.

Cerca de 10 mil pessoas são esperadas para as manifestações em Brasília contra as reformas da Previdência e trabalhista, segundo estimativa da Secretaria de Segurança Pública do DF.

A Polícia Militar fará revistas dos manifestantes na área próxima à Rodoviária do Plano Piloto e nos acessos da Esplanada. O objetivo, informa, é evitar objetos cortantes, como garrafas de vidro.

Ainda segundo a secretaria, o policiamento também será reforçado no gramado em frente ao Congresso e nos acesso às estações de metrô. O Centro Integrado de Comando e Controle Regional, que atua em caso de grandes eventos, também deve monitorar as manifestações por meio de câmeras de segurança.

Nesta quinta (27), o governo realiza uma força-tarefa para recolher entulhos e objetos, como pedras e madeiras, do entorno dos ministérios e da área onde estão previstos protestos.

GREVE

Servidores públicos federais prometem cruzar os braços nesta sexta, de acordo com o sindicato da categoria. Já o governo do Distrito Federal anunciou que deve cortar o ponto dos servidores que aderirem à greve.

Também há previsão de paralisação de parte dos funcionários do transporte público. Diante do anúncio da greve, a Procuradoria-Geral do DF entrou com pedido no Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região pedindo que o sistema de transporte seja mantido em "totalidade".

Para a procuradoria, a greve deve causar "um verdadeiro caos na mobilidade urbana de Brasília". O Departamento de Estradas e Rodagem anunciou que deve liberar faixas exclusivas de algumas vias -como das avenidas W3 Sul e Norte, Setor Policial Sul, Estrada Parque Taguatinga e a Estrada Parque Núcleo Bandeirante -para tentar amenizar possíveis transtornos.

Na Esplanada, o trânsito ficará bloqueado da altura da rodoviária do Plano Piloto até o Balão do Presidente, na L4 Sul.

A paralisação também poderá atingir as escolas. Segundo o governo do DF, os professores terão autonomia para decidir se param ou não as atividades, desde que as aulas sejam repostas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber