Mais lidas
Economia

Odebrecht conclui venda de braço ambiental para empresa canadense

.

BELA MEGALE

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Nesta quarta (26), a Odebrecht enviou um comunicado aos funcionários do grupo dizendo que foi concluída a venda da Odebrecht Ambiental para a gestora de fundos canadense Brookfield.

Na nota assinada por Emílio Odebrecht, sócio majoritário da Odebrecht, e o presidente da empresa Newton de Souza, eles afirmam que os delatores não seguirão no negócio. "Isso significa que alguns poucos que aí estavam não seguirão com vocês nessa caminha bem sucedida."

O comunicado diz ainda que "as circunstâncias levaram a Odebrecht à difícil decisão de alienar sua participação na maior e mais promissora empresa de saneamento básico brasileira", referindo-se ao acordo de leniência e delação premiada firmados por 77 executivos do grupo, entre eles o próprio Emílio.

Emilio e Newton falam que esse é um momento de "despedida" mas também de "alegria".

A Folha de S.Paulo informou em outubro que a Brookfield comprou por R$ 2,8 bilhões 70% da Odebrecht Ambiental, braço do grupo Odebrecht que administra concessões na área de saneamento e respondeu por 2,6% do faturamento do conglomerado em 2015.

Entre os delatores da Odebrecht que atuaram na Odebrecht Ambiental estão o ex-presidente da empresa Fernando Reis e o ex-diretor Guilherme Paschoal.

Eles revelaram esquemas de pagamento de propina a políticos para favorecer a Odebrecht Ambiental em contatos de saneamento.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber