Mais lidas
Economia

Temer pede empenho em convencimento para Reforma da Previdência

.

DÉBORA ÁLVARES

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em reunião com ministros e deputados na noite deste domingo (23), o presidente Michel Temer deu uma orientação clara sobre a votação da Reforma da Previdência: todos devem fazer uma mobilização em prol do texto.

Temer não quer mais mudanças na proposta apresentada pelo relator, deputado Arthur Maia (PPS-BA). Mas acredita na necessidade de que o texto seja amplamente conhecido para que, assim, construa-se um apoio majoritário.

Apesar de negar publicamente, o governo está preocupado que as manifestações contra a proposta agendadas para os próximos dias 28 (sexta) e 1° (segunda) contaminem o humor dos deputados.

O ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), que esteve no Palácio do Jaburu por mais de quatro horas, evitou falar em um prazo para a votação.

"Deve votar na comissão especial a partir do dia 2 [de maio]. É ruim falar em uma data certa, então dizemos que a partir dessa data a proposta estará pronta para votação".

Além do ministro Imbassahy, estavam Moreira Franco e Henrique Meirelles (Fazenda). Também foram convocados essa noite o líder do governo na Câmara, Andre Moura (PSC-SE), além do líder da bancada do PP, Agnaldo Ribeiro (PB), e do deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES).

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber