Mais lidas
Economia

Jornais alcançam 70% da população adulta nos EUA, indica estudo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - De acordo com pesquisa da Nielsen Scarborough, cerca 169 milhões de adultos nos EUA leem um jornal por mês -seja na versão impressa, no site ou no aplicativo no celular. Segundo o estudo, o alcance de jornais é de 69% da população adulta do país.

Mesmo com o avanço tecnológico, é possível observar que 81% dos leitores de jornais têm relação com o produto impresso -sendo que 51% deles dizem ainda consumir exclusivamente este formato. A edição de 2011 da pesquisa indicava que a fatia de leitores exclusivos do formato impresso era de 69%.

Os outros 49%, segundo o levantamento atual, leem notícias por pelo menos uma plataforma digital -com 30% do total consumindo informações tanto on quanto off-line.

O consultor da Nielsen José Calazans indica que a parcela de leitores que usam celular tem crescido. "É uma participação ainda pequena, mas o aumento é consistente. Os que dizem ler jornais somente pelo celular representavam cerca de 1% em 2011 e cresceram um ponto percentual por ano", afirma.

Calazans destaca que os leitores de notícias nas plataformas digitais, em geral, são mais jovens do que os que leem impressos. Assim, naturalmente, a evolução do número de smartphones contribuirá para o aumento da quantidade de leitores de notícias mais novos.

"A possibilidade de alcançar os jovens por meio das plataformas digitais proporciona aos jornais uma perspectiva próspera e viável tanto em relação ao número total de leitores quanto ao de assinantes", afirma o consultor.

Nos EUA, a gama de pessoas que acompanham as notícias é um reflexo cada vez mais fiel da composição da população do país.

Atualmente, por exemplo, 13% dos americanos têm 70 anos ou mais. Esse grupo etário corresponde a 15% da audiência mensal dos jornais.

Enquanto isso, a fatia de jovens vem crescendo. A geração dos millenials (21-34 anos) já representa 25% da população dos EUA e 24% do total de leitores de jornal.

Segundo a Nielsen, o desenvolvimento das ferramentas on-line tem possibilitado que as empresas jornalísticas atraiam um público mais jovem e instruído.

PUBLICIDADE E O PÚBLICO-ALVO

O grande alcance e a credibilidade dos veículos de imprensa podem ser fortes aliados para o mercado publicitário conseguir atingir de forma efetiva seu público-alvo.

Na internet, por exemplo, as ferramentas de pesquisa já são capazes de informar com precisão detalhes dos leitores e a audiência dos anúncios.

O último estudo "Confiança na Publicidade", da Nielsen, indicou que os anúncios em jornais atingem um elevado índice de confiança dos consumidores. "Essa é uma característica da mídia impressa, mas que as versões digitais dos jornais também usufruem em grande parte, porque está relacionado à credibilidade do conteúdo", afirma Calazans.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber