Economia

Brasil tem retomada de venda carros e recorde de exportações no trimestre

.

SÓ PODE SER REPRODUZIDO COM ASSINATURA

EDUARDO SODRÉ

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após três anos de seguidas quedas nas vendas, o setor automotivo vê um mês terminar com resultado positivo tanto para vendas internas quanto para produção.

De acordo com dados divulgados nesta quinta (6) pela Anfavea (associação nacional das montadoras), foram licenciados 189.149 veículos em março, um aumento de 5,5% em relação ao mesmo mês de 2016. O cálculo inclui carros de passeio, comerciais leves, caminhões e ônibus.

A última vez em que as vendas de um mês específico foram superiores ao mesmo período do ano anterior ocorreu há três anos, em fevereiro de 2014.

A produção, que já vinha reagindo devido a acordos de exportação, fechou o último mês com 234.746 unidades fabricadas -alta de 18,1% em relação a março do ano passado.

"Foram exportados 172.693 veículos no trimestre, é o melhor da história para o setor, com alta de 69,7% em relação a 2016. As empresas colocaram seus executivos para viajar e apresentar os produtos", disse Antonio Megale, presidente da Anfavea.

De acordo com Megale, mesmo que as vendas internas comecem a crescer, há capacidade produtiva para atender a demanda de outros países.

DIAS ÚTEIS

Com cinco dias úteis a mais, as vendas em março cresceram 39,4% em relação a fevereiro. O dado que mais anima o setor é o aumento de 8,5% na média diária de vendas entre esses meses.

"Apesar da manutenção das incertezas políticas e econômicas do país, acreditamos que a curva de queda no acumulado deverá arrefecer para que possamos ter um crescimento moderado até o final deste ano", disse em comunicado Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave (entidade que representa as distribuidoras de veículos).

O estoque se estabilizou: há veículos suficientes para atender a 35 dias de vendas, número considerado regular pela Anfavea.