Mais lidas
Economia

Executivo da BRF é preso no Aeroporto de Guarulhos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O gerente de Relações Internacionais e Governamentais da BRF (Brasil Foods), Roney Nogueira dos Santos, foi preso pela Polícia Federal neste sábado (18) no Aeroporto Internacional de Guarulhos após desembarcar vindo do exterior. As informações são da Agência Brasil.

Segundo a assessoria da BRF, Santos se entregou às autoridades. O gerente teve a prisão preventiva decretada nesta sexta (17) pela operação Carne Fraca, da PF. Ele é acusado de influenciar fiscais do Ministério da Agricultura.

Segundo o juiz federal Marcos Josegrei da Silva, que determinou a prisão do gerente, o executivo era um dos responsáveis por remunerar os ficais e chegou a ter acesso a sistema do Ministério da Agricultura. “[Roney Nogueira] remunera diretamente fiscais contratados, presenteia com produtos da empresa, se dispõe a auxiliar no financiamento de campanha política e até é chamado a intervir em seleção de atleta em escolinha de futebol. Com tantas benesses, há notícia de que ele possui login e senha para acessar diretamente o sistema de processos administrativos (SEI) do MAPA [Ministério da Agricultura], obviamente de uso restrito ao público interno”, disse o juiz.

Segundo a PF, os frigoríficos envolvidos na Operação Carne Fraca maquiavam carnes vencidas com ácido ascórbico e as reembalavam para vendê-las.

As empresas, de acordo com a polícia, subornavam fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para que autorizassem a comercialização do produto sem a devida fiscalização. A carne imprópria para consumo era destinada tanto ao mercado interno quanto à exportação.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber