Mais lidas
Economia

ATUALIZADA - Indústria recua em 5 dos 14 locais pesquisados pelo IBGE em janeiro

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A produção industrial recuou em 5 dos 14 locais pesquisados em janeiro em relação a dezembro, informou o IBGE nesta terça-feira (14). No país, a queda foi de 0,1% na mesma base comparativa.

Na comparação com janeiro de 2016, houve crescimento em 12 dos 15 locais pesquisados. Em 12 meses, a indústria como um todo ainda tem desempenho negativo e recua em 14 dos 15 locais sondados pelo IBGE.

A maior queda na base mensal foi registrada pela Bahia (-4,3%). No Ceará, a produção caiu 3,4%, e no Rio Grande do Sul o recuo foi de 3,1%. Os três locais haviam tido crescimento em dezembro.

Já na ponta contrária, Espírito Santo (4,1%), Pará (2,4%), Goiás (2,4%) e Pernambuco (2,1%) tiveram as maiores expansões mensais.

Quando o recorte é em relação a janeiro de 2016, Pernambuco (14,1%), Espírito Santo (13,4%) e Mato Grosso (13,3%) lideraram o crescimento da produção industrial regional. Pernambuco se beneficiou da expansão dos setores de produtos alimentícios, enquanto a alta no Espírito Santo foi resultado do crescimento em metalurgia e da indústria extrativa. No Mato Grosso, produtos alimentícios também impulsionaram o crescimento da produção.

No Brasil, a indústria cresceu 1,4% na comparação com janeiro de 2016.

A maior queda em janeiro foi registrada pela Bahia, com recuo de 15,5%, devido à retração dos setores de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis. No local houve queda também em veículos automotores, reboques e carrocerias, metalurgia e de indústrias extrativas.

A produção caiu ainda em Rio Grande do Sul (-4,1%) e na região Nordeste (-2,9%).

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber