Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Em feira, Sebrae-SP oferece apoio nas etapas da criação de uma empresa

.

ANNA RANGEL

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Feira do Empreendedor do Sebrae-SP, que termina nesta terça (21), unificou as diversas etapas de criação e viabilização de uma micro ou pequena empresa, como formulação de modelo de negócio, mentoria com consultor e intermediação para linha de crédito, durante o evento. É possível formalizar a empresa como MEI (Microempreendedor Individual, de faturamento anual de até R$ 60 mil), receber conselhos de 20 minutos de consultores especializados em vários setores e diagnosticar o modelo de negócios, além de participar de oficinas em grupo para aprimorá-lo, nas dependências da feira, que acontece no Anhembi, em São Paulo.

"Percebemos um grande aumento da procura de empreendedores por necessidade, na busca por validar uma ideia que já têm e montar a empresa com capital próprio e crédito adicional", afirma o coordenador da unidade de atendimento individual da feira, Daniel Beneton.

Até esta terça, Beneton prevê que serão realizados cerca de 10 mil atendimentos para empreendedores, veteranos ou de primeira viagem, no local. O público dos três dias chegou a 100 mil pessoas, segundo o Sebrae-SP, e espera-se um volume de negócios de R$ 20 milhões para esta edição.

Um desses pequenos empresários é o designer Bruno Ribeiro, 34, que administra com o pai uma empresa de representação comercial de insumos industriais e quer expandir as operações.

"Estou atrás de formas de crescer e informações sobre vendas, crédito e investimentos para que possamos contratar uma equipe de vendas, já que somos apenas eu e meu pai", afirma.

Há também um setor destinado apenas à captação de crédito, com estandes de bancos como Caixa, Santander, Bradesco, BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a agência de fomento estadual Desenvolve SP.

A cabeleireira Sara Ramos, 43, veio à feira em busca de uma linha de crédito de R$ 25 mil para expandir seu pequeno salão, no bairro do Tucuruvi (zona norte de São Paulo). A ideia é investir o valor em novos equipamentos, mobília e um novo ponto.

"O salão está em uma sobreloja e vemos que o movimento é muito menor do que o dos locais que estão no térreo. Como temos capacidade e clientela formada, prevemos crescer até 50% em faturamento neste ano se fizermos a mudança", afirma Ramos.

O Sebrae-SP também montou lojas-modelo de restaurante, cabeleireiro e minimercado, além de uma instalação que explica os passos para abrir um e-commerce. Cada uma tinha fila longa, com espera de cerca de 45 minutos para as visitas, que acontecem de hora em hora.

Há também palestras com empresários e consultores de diversos setores. Para esta terça, último dia do evento, estão programadas conversas sobre temas como marketing digital no setor de beleza, cuidados jurídicos para abrir um negócio na web e inteligência financeira.

Para visitar a Feira do Empreendedor do Sebrae, é preciso fazer inscrição no site feiradoempreendedor.sebraesp.com.br. O evento é gratuito.

FEIRA DO EMPREENDEDOR

QUANDO Até 21/2, das 10h às 21h

ONDE Parque de Exposições do Anhembi (av. Olavo Fontoura, 1.029, São Paulo)

QUANTO Grátis

Inscrições pelo site feiradoempreendedor.sebraesp.com.br

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber