Mais lidas
Economia

Produção de petróleo no Brasil cai 3% em janeiro

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A produção de petróleo e gás natural da Petrobras, em janeiro, ficou em 2,86 milhões de boed (barris de óleo equivalente por dia). Desse total, 2,74 milhões boed foram produzidos no Brasil e 120 mil no exterior. As informações são da Agência Brasil.

De acordo com a Petrobras, a produção média de petróleo no país atingiu 2,23 milhões de bpd (barris por dia), o que representou queda de 3% em comparação ao volume de dezembro do ano passado. A estatal informou que a parada programada na plataforma P-40, localizada no campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos; e a manutenção em um dos poços produtores interligados ao FPSO -sigla em inglês para unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência- Cidade de Anchieta, no Parque das Baleias, na mesma bacia, contribuíram para o resultado.

A produção de gás natural no Brasil, em janeiro, excluído o volume liquefeito, alcançou 81,4 milhões de metros cúbicos por dia e se manteve em linha com a produção do último mês de 2016.

PRÉ-SAL

A produção de petróleo na camada pré-sal, operada pela Petrobras, tanto em parcela própria, como com os parceiros, registrou dois novos recordes. No mensal a produção atingiu 1,28 milhão bpd, e o diário, alcançado no último dia 4 de janeiro, ficou em 1,34 milhão de barris. Houve recorde ainda na produção de petróleo e gás natural operada que fechou em 1,59 milhão boed.

A companhia informou que os resultados se devem, principalmente, ao crescimento da produção de novos poços interligados aos FPSOs Cidade de Caraguatatuba (no campo de Lapa); Cidade de Saquarema, Cidade de Mangaratiba e Cidade de Itaguaí (localizados em Lula); e Cidade de São Paulo (em Sapinhoá); todos na Bacia de Santos. A Petrobras destacou ainda o maior desempenho operacional na plataforma P-58, localizada no Parque das Baleias, na Bacia de Campos.

EXTERIOR

A produção de petróleo nos campos do exterior alcançou 69 mil bpd. O volume é 13% maior que o registrado em dezembro de 2016. O retorno à operação do campo de Agbami, na Nigéria, após parada programada ocorrida em dezembro, provocou o crescimento. Já a produção de gás natural (8,6 milhões de m3/d) ficou 16% abaixo do volume produzido no mês anterior, causado pela redução de demanda de gás da Bolívia.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber