Economia

Acordo entre União e Rio é 'superior às pessoas', diz Meirelles

.

MAELI PRADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Questionado sobre a determinação do TRE (Tribuntal Regional Eleitoral) do Rio de cassar o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta (9) que o acordo entre União e Rio de Janeiro é "superior as pessoas".

"Vamos esperar a decisão dos tribunais superiores em relação ao Rio de Janeiro, mas o Rio tem um governador em exercício e terá um governador no futuro", disse o ministro. "O acordo e entre a União e o Estado do Rio de Janeiro".

O ministro afirmou que nesta segunda haverá uma reunião com o ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal), para avaliação do pedido de antecipação do acordo entre a União e o Estado.

"Se for antecipado, que seja antecipado o acordo integralmente, e não só no que diz respeito à possibilidade de buscar crédito, mas também todas as medidas de aumento de receita e diminuição de despesas para que o acordo possa funcionar e fechar as contas de 2017 e dos anos seguintes", disse.