Economia

Cetip recusa oferta da BM&FBovespa, mas está disposta a negociar

.

TÁSSIA KASTNER
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A central depositária de títulos Cetip recusou a nova proposta de compra, equivalente a R$ 41 por ação, apresentada pela BM&FBovespa no mês de fevereiro. O conselho de administração da Cetip se reuniu nesta quarta-feira (2) para avaliar a oferta.
Apesar da recusa, a Cetip autorizou seus assessores financeiros e consultores legais a iniciar discussões sobre a operação proposta e autorizou a assinatura de acordo de confidencialidade relacionado às discussões, segundo fato relevante.
Na avaliação de João Augusto Salles, economista e analista de bancos da Lopes Filho Consultoria, isso significa que a Cetip deverá fazer uma contraoferta à BM&FBovespa.
Para ele, há interesse na negociação, mas o valor proposto pela Bolsa não agrada aos acionistas da Cetip.
A proposta vinculante rejeitada pela central de títulos era R$ 2 superior à oferta de R$ 39 por ação, rejeitada em dezembro sob argumento de que o valor não representava valor justo. A proposta recusada previa o pagamento de 0,8991 ação da BM&FBovespa, além de R$ 30,75 por ação da Cetip.
O valor justo seria hoje de R$ 42 por ação. "Esse é o preço-alvo considerando estimativas para os próximos cinco anos. Quando se fala em comprar o controle da empresa, o prazo é maior", diz Salles. Ele estima que a empresa poderia ser negociada entre R$ 48 a R$ 50.