Economia

Leilão para contratar energia é adiado para abril

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo remarcou para 29 de abril o leilão para a compra de energia elétrica proveniente de novos empreendimentos de geração, denominado A-5. Anteriormente, estava marcado para 31 de março. A mudança foi feita por causa das novas datas do leilão de transmissão a ser realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que terá a primeira etapa no dia 13 de abril. As informações são da Agência Brasil.
Segundo o Ministério de Minas e Energia, as instalações de transmissão a serem leiloadas, com prazo de entrada em operação comercial até 2021, são importantes para a conexão de potenciais empreendimentos de geração vencedores no leilão.
A data do leilão já tinha sido alterada anteriormente, a pedido dos interessados.
A portaria do Ministério de Minas e Energia que estabeleceu regras para o leilão foi publicada hoje (2) no “Diário Oficial da União”. Esse será o primeiro leilão de energia nova que irá negociar simultaneamente quatro produtos diferentes, com contratos nas modalidades por quantidade e por disponibilidade, todos com início de suprimento em 2021. Será contratada energia de hidrelétricas, de usinas eólicas, de termelétrica a biomassa e carvão e de gás natural.