Economia

Petrobras avança em negociações na Argentina e aprova venda de campos

.

NICOLA PAMPLONA
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Petrobras informou nesta quarta-feira (2) que sua diretoria aprovou o prosseguimento de duas operações de vendas de ativos.
Uma das decisões prevê o início de um processo de venda de campos de petróleo em bacias terrestres. A outra abre negociação exclusiva com a Pampa Energia para a venda de suas operações na Argentina.
As duas decisões fazem parte do plano de desinvestimentos da companhia, que prevê arrecadar até o final do ano US$ 14,1 bilhões, para o pagamento de dívidas.
A estatal não detalhou, porém, quantos campos terrestres serão vendidos, limitando-se a dizer que o processo será "competitivo".
A produção de petróleo em terra se dá, em grande parte, na região Nordeste. São centenas de campos de pequeno porte, nos Estados de Sergipe, Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia e Espírito Santo.
No início deste ano, a companhia iniciou um processo de desmobilização nestas áreas, cancelando contratos com fornecedores e suspendendo a programação de novos poços.
No caso da Petrobras Argentina, a estatal prevê concluir as negociações com a Pampa Energia em 30 dias. A operação envolve campos de petróleo, refinarias e postos de combustíveis no país vizinho.
A companhia informou ainda que iniciou a produção na área de Sépia, na Bacia de Santos, parte das concessões cedidas pelo governo no processo de capitalização da empresa, em 2010.
A produção ocorre em fase de testes, que durará 180 dias, em plataforma com capacidade para produzir 20 mil barris por dia. Esse tipo de teste é feito com o objetivo de entender melhor o comportamento dos reservatórios subterrâneos onde está o petróleo.