Mais lidas
Economia

Fed mantém juros e diz que inflação deve permanecer baixa no curto prazo

.

THAIS BILENKY
NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - O Federal Reserve (banco central americano) anunciou, nesta quarta-feira (27), a manutenção da taxa de juros norte-americana na faixa entre 0,25 e 0,50%.
"A comissão espera que as condições econômicas evoluam de maneira que justifiquem apenas elevações graduais na taxa de juros, que provavelmente se manterá, por algum tempo, abaixo dos níveis que são previstos no longo prazo", disse a autoridade monetária em comunicado.
"No entanto, a trajetória dos juros vai depender do panorama econômico a ser traçado por dados futuros."
O Fed reafirmou a necessidade de se sentir confiante de que a inflação caminhe rumo a meta de 2% ao ano, mas admitiu que o indicador deve "permanecer baixo" no curto prazo, em parte devido à queda nos preços de energia.
O BC americano, contudo, mostrou expectativa positiva em relação ao mercado de trabalho americano.
"Informação colhida desde a reunião de dezembro sugere que o mercado de trabalho melhorou, mesmo com a desaceleração do crescimento econômico", disse.
No Brasil, o dólar chegou a operar em queda nesta quarta-feira antes do anúncio, com a perspectiva do mercado de que o Fed adotaria tom cauteloso diante de sinais de fraqueza da economia global.
No entanto, a moeda norte-americana terminou o dia em alta. Na cotação comercial (usada em comércio exterior), a valorização foi de 0,39%, a R$ 4,085. O dólar à vista avançou 0,25%, para US$ 4,0695.
Em dezembro passado, o BC americano elevou a taxa de juros norte-americana pela primeira vez desde 2006, passando da faixa entre zero e 0,25% para 0,25 a 0,50%.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber